Instituto Marazul no 27º Congresso Brasileiro de Medicina Esportiva

O Dr. Marcelo Baboghluian estará presente no Congresso Brasileiro de Medicina Esportiva na próxima quinta-feira, 22 de outubro, apresentando os 15 anos de história do Instituo Marazul no acompanhamento de surfistas do Circuito Mundial de Surf.

 

EFEITOS DO ACOMPANHAMENTO MULTIDISCIPLINAR NO DESEMPENHO DE SURFISTAS BRASILEIROS NOS ULTIMOS 15 ANOS.

Autores: Dr. Marcelo Baboghluian; Dra. Maria Lucia Contreras

O acompanhamento multidisciplinar para atletas é negligenciado em vários momentos, o paradigma vigente, em sua maioria, é que o treinamento técnico e tático, sejam suficientes para manter altos níveis de rendimento. Além disto, aspectos econômicos, financeiros, de disposição e paradigmas contribuem e impedem o acesso de atletas ao desenvolvimento das habilidades necessárias.

O desenvolvimento de habilidades outras, o acompanhamento médico periódico, a correção de fatores metabólicos e laboratoriais contribuem significativamente para o desempenho no longo prazo.

Foi com base nestes estudos, que no ano de 2000, o Dr. Marcelo Baboghluian criou a equipe do Instituto Marazul com o objetivo de promover saúde e desempenho para atletas e praticantes de atividade física. Atletas estes, escolhidos por nunca terem se submetido a acompanhamento médico periódico.

O grupo escolhido foi representado por surfistas profissionais, haja visto se encaixarem nas características individuais e por participarem de um circuito mundial estruturado com Associações Internacionais e Regionais que possibilitam evolução na forma de ranking.

Ao longo destes 15 anos, 50 atletas foram submetidos ao protocolo, variando o número de participantes a cada ano.

 

O protocolo:

Inicialmente o programa se dava por consulta médica inicial e a cada 6 meses; exames clínicos iniciais, seguindo guia de pré-participação do American College of Sports Medicine;  além de a cada 3 meses consulta nutricional, psicológica, fisioterápica e acompanhamento de um educador físico.

Foram avaliados aspectos de rotina alimentar e conhecimento de categoria de alimentos; equilíbrio muscular e articular; graus de ansiedade e qualidade do sono, além de parâmetros bioquímicos, hematológicos e hormonais. E a partir de necessidades individuais, dietas, treinos físicos, rotinas de fisioterapia e treinos mentais foram reavaliadas e especificadas.

 

Os Resultados:

No inicio de 2000 eram sete representantes brasileiros no Circuito Mundial de Surf, e um deles, participante do programa do Instituto Marazul. Hoje, 2015, são sete representantes brasileiros sendo cinco participantes do programa.

Entre 2000 e 2014 foram cinco Campeões Mundiais na categoria Junior, sendo três participantes do programa.

Entre 2000 e 2014 foram 22 representantes brasileiros no Circuito Mundial de Surf, 9  participantes do programa.

E em 2014, tivemos o primeiro campeão mundial brasileiro da história do circuito mundial de surf, este, participante do programa.

O resultados mostram que desenvolvimento de habilidades outras, em nutrição, psiquismo, treinamento adequado, correção de fatores metabólicos e laboratoriais, gerenciado por acompanhamento médico periódico, contribuem significativamente para o desempenho esportivo no longo prazo. É preciso orientar e conscientizar dirigentes esportivos sobre a importância do investimento nestes aspectos. ')}

Instituto Marazul no 27º Congresso Brasileiro de Medicina Esportiva